5 Erros Mais Cometidos em Campanhas do Google Adwords

20 Dec 2014

Existem alguns erros mais comuns cometidos por donos de negócio e analistas de marketing que se aventuram em configurar suas próprias campanhas de links patrocinados no gerenciador de anúncios de publicidade Google Adwords. Ao longo de pequenas e grandes campanhas que gerenciei notei uma tendência aos mesmos erros que fizeram a conta dos clientes zerarem seu saldo em poucos dias, tão rapidamente quanto os acessos gerados a página de destino. Reuni as 5 principais e dou algumas dicas, vamos lá:

1. Não Conhecer Todas as Funcionalidades do Adwords

Um estudo prévio desta ferramenta antes de criar sua primeira campanha é essencial para tirar  o máximo de proveito. Tenha em mente seu foco principal, se é conseguir mais acessos ao site, mais clientes te ligando, mais vendas na loja virtual ou ser encontrado na busca local do Google, cada configuração no Adwords pode lhe encaminhar para o foco em uma ou mais ações neste sentido. Usar extensões de sitelinks e chamadas são recursos pouco utilizados e otimizam as campanhas. Use o suporte gratuito do Google ou conte com uma agência de marketing digital especializada.

2. Não Usar o Planejador de Palavras-chave

Além do planejador de palavras-chave sugerir termos, palavras, histórico e tendências de volume de pesquisa que seus clientes estão utilizando em seu nicho de mercado para pesquisar no Google ainda é possível conhecer os custos sugeridos de lances para estas palavras e estimar o custo total de campanha e retorno previsto (ROI).

3. Pagar Mais Para Garantir o Primeiro Lugar

O Google Adwords funciona como um leilão de palavras-chave, teoricamente quanto maior o lance melhor seu anúncio estará posicionado a frente do  concorrente certo? Mais ou menos. O Adwords não se limita somente a preço, existe o Índice de Qualidade que considera a qualidade do texto de seus anúncios e sua página destino – para onde o internauta será encaminhado. Ter um site com bom carregamento e uma página de destino que condiz com o conteúdo do anúncio é altamente relevante para um bom índice de qualidade.

4. Posicionar o Anúncio Em Primeiro Lugar

Existe a falsa impressão de que estar em primeiro no Google é melhor, nem sempre. Como já é conhecido em links patrocinados, o clique no link do anúncio possui um custo e quanto mais elevado mais você pagará para gerar acessos ao seu site, aplicativos ou página de destino, com a taxa de conversão, que é o volume de pessoas que clicam em seus anúncios e se tornam leads, te ligam ou acessam seu site, sabe-se que nem todos se tornam clientes, é aqui onde está o risco, pagar mais por uma baixa taxa de conversão não fecha a conta, você acaba gastando mais em anúncios do que o retorno. Reduza o custo desta palavra-chave e e contente em não ser o primeiro por aquela palavra-chave, as vezes ser um dos primeiros garante um melhor preço. Busque alternativas de palavras de cauda longa, termos mais específicos para seu produto. Exemplo de cauda longa para o termo tênis esportivo: tênis esportivo de corrida.

5. Direcionar o link do Anúncio para Página Inicial do Site

Existe uma forte tendência de enviar o cliente que busca por qualquer de seus serviços ou produtos para a página inicial do site ou da loja virtual, esta prática acaba fazendo em muitos casos o cliente se perder, ainda mais se o seu site não estiver bem organizado ou não foi atrativo suficiente para capturar a atenção deste usuário. Escolha direcionar o anúncio sobre o produto X para a página do produto X dentro de seu site/loja virtual. Uma boa prática é usar landing pages, páginas de destino criadas exclusivamente para atender a estes acessos onde o visitante pode na mesma página conhecer em totalidade somente aquele serviço além de ter ofertas e preços exclusivos que o chamem, entenda também como uma página de pouso promocional.

Aprenda com estes erros mais comuns e estas dicas e salte para o sucesso com o Google Adwords.

Felipe Matheus


Pin It on Pinterest